Brasileiras Apontam Que Julgamento e Pressão Social interferem na Escolha dos Próprios Cabelos

Pesquisa exclusiva de Dove mostra que mais de 90% das mulheres sofrem pressão para terem os fios de acordo com os estereótipos de belez...


Pesquisa exclusiva de Dove mostra que mais de 90% das mulheres sofrem pressão para terem os fios de acordo com os estereótipos de beleza nacionais  
  

  Para as mulheres, o cabelo está diretamente ligado à personalidade. Os fios têm essa conexão íntima com a autoestima feminina, mas segundo pesquisa da marca Dove que envolveu mil brasileiras de 16 Estados, com idades entre 18 e 60 anos, essa ligação vai além da própria cabeça.
 Nove em cada dez mulheres acreditam que são julgadas e rotuladas com base na forma em que usam seus cabelos e por isso se sentem inseguras e pressionadas a seguir determinado “padrão visual”. Entre as entrevistadas, 89% afirmam que o julgamento as deixam ainda mais inseguras, afetando suas relações sociais, opiniões e escolhas.
 Em paralelo a isso, 89% delas assumem que também julgam umas às outras de forma dura e 93% acredita que seria maravilhoso se todas as mulheres pudessem escolher o visual dos cabelos sem medo ou receio de pré-conceitos.
 Entre as pesquisadas, 70% acreditam que as mulheres que deixam os cabelos brancos sem tingir são desleixadas. Quase metade das mulheres ouvidas acha que cabelo liso é mais profissional e que o tom dos fios deve combinar com o tom de pele. Quando o tema é cabelo longo as mulheres maduras também sofrem com esse pré-julgamento, segundo 66% das pesquisadas. Quase 90% das ouvidas pela pesquisa acham que mulheres que tingem o cabelo com cores diferentes (azul, rosa, verde...) são julgadas e 33% têm certeza que essa escolha é só para as muito ousadas.
 Mais da metade das mulheres abordadas pelo levantamento de Dove mantém os cabelos de certa maneira para agradar o parceiro, os colegas de trabalho ou familiares. Quanto o assunto é um corte ou estilo mais ousado, 78% delas gostariam de experimentar, mas tem medo. E para 48% o receio é ousar e serem julgadas.
Ter o cabelo danificado também tem impacto significativo na confiança e alegria das entrevistadas. Das mulheres que afirmam que seus fios têm danos, 84% se sentem inseguras em relação à sua aparência geral, interferindo em como se portam em situações sociais do cotidiano.
 Esta pressão e o medo do julgamento muitas vezes impede a mulher de ter o cabelo da maneira que ela realmente deseja.  Segundo o levantamento elas acreditam que a vida teria um avanço significativo de qualidade se elas não se sentissem julgadas por seus cabelos.


Mais alguns dados importantes:

Sobre julgamento:
72% acreditam que as pessoas fazem julgamentos instantâneos baseados na aparência do cabelo;
88% acham que mulheres que tingem o cabelo com cores diferentes (azul, rosa) são julgadas;
81% acham que mulheres com raiz aparente são julgadas;
74% acreditam que mulheres são julgadas pela cor do cabelo;
70% acreditam que mulheres com cabelo branco que não tinge são desleixadas;
66% acreditam que mulheres maduras com cabelos longos são julgadas;
63% acreditam que mulheres que gastam muito tempo cuidando dos cabelos são julgadas;

Sobre regras que a sociedade/mídia ditam e atingem as mulheres:
70% concordam que mulheres de cabelos brancos que não tingem são desleixadas;
51% acham que cabelo curto não é para rostos redondos;
49% acham que mulheres pequenas não podem ter cabelo longo;
49% acha; que a cor do cabelo deve combinar com o tom de pele;
46% acham que cabelo liso é mais profissional;
33% acham que quanto mais velha, mais curto o cabelo deve ser;
33% acham que apenas pessoas muito ousadas podem usar cabelos coloridos;
32% acham que cabelo curto é menos feminino.

Sobre ter o cabelo danificado:
86% se sentem constrangidas;
84% se sentem inseguras sobre o visual de forma geral;
84% se sentem infelizes;
79% se sentem menos confiantes em situações sociais;
79% têm menos vontade de fazer penteados;
73% têm a confiança afetada;
69% sentem menos confiantes em relacionamentos;
67% são mais propensas a evitar eventos sociais.

Campanha incentiva mulheres a terem o cabelo que desejam
A nova campanha de Dove, Seu Cabelo, Sua Escolha, reúne o depoimento de mulheres sobre suas escolhas de estilo de cabelo que confrontam os estereótipos sociais. Desenvolvido pela Havas Helia e produzido pela Moxie Pictures, o vídeo fala sobre “regras” existentes no universo de cabelos e celebra a diversidade de escolhas.
Seu Cabelo, Sua Escolha segue a ideologia da marca de questionar os estereótipos de beleza produzidos pela sociedade e de estimular a autoestima feminina. A campanha encoraja as mulheres a se sentirem à vontade para fazer o que quiserem com seus cabelos, seja usando-os de forma natural ou decidindo mudar.

**Esse post não é um publi, recebi o email da assessoria da marca, achei muito interessante e resolvi postar aqui no blog!!

Você também poderá gostar de:

Comente com o Facebook

11 comentários

  1. Eu sabia que acontecia, mas nossa vendo todos esses dados e vendo essa campanha é chocante.
    Seu cabelo sua escolha, tudo a ver! rs
    Eu mesmo não consigo me ver com cabelo cacheado, só ás vezes, mas quando é para foto é muito difícil eu sair com cabelo natural. rs Só que no meu caso é gosto é falta de costume.
    Beijos!

    Blog Pam Lepletier / Shampoo bomba de café

    ResponderExcluir
  2. Dove está fazendo ótimas campanhas...
    É terrível como o medo do julgamento pode afetar as decisões sobre como queremos deixar nossos cabelos.
    Não me importo se meu cabelo está cheio de frizz ou sem forma. Mas imagino o que as pessoas vão pensar quando ele está oleoso.
    E confesso que as vezes me pego julgando o cabelo alheio.
    Beijos, Aline
    http://versoaleatorio.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Comigo isso também acontece, é triste né? Beijos

      Excluir
  3. Eu já fui pela maioria e hoje opto por algo natural e me sinto bem melhor!
    Liberdade capilar é o que há!
    O post é realmente muito interessante!

    bjOO

    Blog Breshopping da Dany
    SORTEIOS Breshopping da Dany SORTEIOS
    Instagram: @breshopping_da_dany
    Twitter: @brechodanylins

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso aí, o importante é estar feliz! Beijos

      Excluir
  4. Oi Jéssica obrigada pela visita no blog, amei sua postagem, sofremos com essa questão de seguir padrões em muitas coisas e com o cabelo não seria diferente... Postei no meu blog sobre a aceitação de fios brancos naturais e o assunto causa estranhamento em muitas mulheres.
    O importante é se aceitar e ser feliz com a gente mesmo e trabalhar essa questão de não se importar com a opinião alheia o que é bem difícil ...
    vamos nos seguir? me avisa no blog...

    http://naiamelo.blogspot.com.br/ (Ciranda da Bailarina)

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso aí, temos que usar o que queremos nao o que achamos que a sociedade acha melhor! Beijos

      Excluir
  5. Que post mais interessante, uma verdade incontestável.
    È bem complicado esse lance, as vezes eu tenho preconceito com meu proprio cabelo, ou seja, e a sociedade? Falta de amor proprio? Talvez.

    Bjus!

    http://petalasdelicadas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

OBRIGADA PELO SEU COMENTÁRIO !!!!

DEIXE SEU LINK PARA QUE EU POSSA RETRIBUIR A VISITA!

Flickr Images